14 agosto 2008

As propagandas de cigarro absurdas

Os anúncios de cigarro foram banidos no Brasil desde 2001 e agora a indústria de bebidas alcoólicas pode ser o próximo alvo. Já não pode ter mascotes, pessoas bebendo e muitas outras restrições. Será que vão banir de vez?

Agora, imagina quando a propaganda de tabaco era liberada. Quem não lembra do "Venha para o mundo de Marlboro", "Hollywood o sucesso", "Carlton, um raro prazer", "Free, baixo teores". Eram muito legais.

Separei aqui algumas publicidades das antigas, que deixaria qualquer pessoa da censura de boca aberta, hoje em dia.



Neste comercial do cigarro Vila Rica, dos anos 70, o jogador Gérson dizia: “gosto de levar vantagem em tudo. Leve vantagem você também." O povo brasileiro levou ao pé da letra e surgiu a famosa "Lei de Gérson".


Em 1947, um dentista recomendava a marca de cigarro Viceroy.
Texto: "Como seu dentista, eu recomendo Viceroys".
Claro que recomenda, mais clientes, ué.


Papai Noel, Cegonha e Fred Flintstones, todos ícones infantis, fumando um cigarrinho.


Essa é campeã. Campanha de 1951 colocou BEBÊS dizendo para seus pais que o Marlboro é "o mais legal". Texto: " Meu pai fuma Marlboro... ele sabe que é bom."

4 comentários:

Wallace disse...

essa dos bebês foi bizarra!!!!

Anônimo disse...

Surreal colocar bebês fazendo propaganda de cigarro...

Astrid

João disse...

que bizarro

Anônimo disse...

Isso é pura maketting dessas empresas que usam personagens infatins para vender cigarro,o ser humano ficou ganancioso,perdeu a propria dignidade